DEM pede investigação de imagens do Planalto sobre suposto encontro entre Lina e Dilma

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

O presidente do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ), protocolou nesta terça-feira (25) uma representação na Procuradoria Geral da República contra o GSI (Gabinete de Segurança Institucional).

O GSI nega a existência de imagens que poderiam provar o encontro da ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira com a ministra da casa Civil, Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto. O órgão afirma que não há registros de placas de carros nem de autoridades que estiveram no Planalto no final do ano passado, quando teria ocorrido o encontro.

Por várias vezes, Lina afirmou que se encontrou com Dilma no final do ano passado e que, na ocasião, a ministra teria pedido para que a fiscalização feita em empresas da família Sarney fosse "acelerada".

A ex-secretária disse que interpretou o suposto recado de Dilma como uma mensagem para dar celeridade às investigações, e não para encerrar o caso, como suspeita a oposição. Em várias ocasiões a ministra negou o encontro.

Na última sexta-feira (21), o GSI afirmou que as imagens das câmeras de vigilância do Planalto ficam armazenadas durante um período médio de apenas 30 dias. Desta forma, as imagens que poderiam comprovar a reunião não existiriam mais.

Ontem (24), dois assessores diretos de Lina na Receita Federal foram exonerados dos seus cargos. A Receita não informou o motivo das exonerações, mas o Ministério da Fazenda considerou normal as mudanças realizadas pelo novo secretário, Otacílio Cartaxo, que indicará novos nomes de confiança para a sua equipe.

O fato causou o pedido de exoneração por parte de doze funcionários do alto escalão da Receita, como uma resposta ao afastamento de Lina Vieira, em julho, e da demissão dos assessores diretos da ex-secretária.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos