Em nota, Dersa nega acusação de Lula de omitir ajuda federal em obras paulistas

Do UOL Notícias
Em São Paulo

A Dersa, empresa do governo de São Paulo que gerencia as obras do trecho sul do Rodoanel, negou em nota divulgada à imprensa que tenha omitido a ajuda que o governo federal deu às obras. "A participação do governo federal aparece com destaque na divulgação do empreendimento, tanto na mídia como nos folhetos e material informativo distribuídos à população, como é de praxe em todas as parcerias celebradas pela própria Dersa ou pelo governo paulista", diz a nota.

Em discurso de lançamento das obras do campus de São Bernardo do Campo da Universidade Federal do ABC, nesta terça-feira (25), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que as propagandas do governo paulista omitem investimentos federais em obras do Estado de São Paulo. "Tem obras que não aparecem [o investimento federal], como se não fosse do governo federal. Aqui, o Rodoanel custou R$ 3,6 bilhões, e R$ 1,2 bilhão é do Orçamento da União. Isso não aparece na TV", afirmou o presidente.

A Dersa esclarece que, do valor total da obra, orçada em R$ 4,5 bilhões, o governo federal participa com R$ 1,2 bilhão e o governo de São Paulo, com os outros R$ 3,3 bilhões. "Os custos finais da obra incorporam desapropriações e investimentos para a preservação ambiental. A participação federal também se deu no trecho oeste do Rodoanel, durante os governos Covas e Fernando Henrique, equivalendo a um terço do valor da obra", apontou a nota.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos