Comissão da Câmara rejeita convocação do ministro Jorge Félix

Iolando Lourenço
Da Agência Brasil
Em Brasília

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara rejeitou hoje (26) um requerimento do deputado Guilherme Campos (DEM-SP) para convocação do chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, ministro Jorge Armando Félix.

A oposição queria que o ministro desse explicações à comissão sobre a falta das imagens do circuito interno de câmeras que monitoram as dependências do Palácio do Planalto.

Segundo a oposição, as gravações poderiam confirmar se realmente ocorreu, no ano passado, um encontro entre a ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira e a chefe da Casa Civil, ministra Dilma Rousseff. Na suposta reunião, Dilma teria pedido à então secretária que apressasse as investigações da Receita Federal sobre negócios da família Sarney. A ministra nega o encontro e o pedido.

Também hoje os aliados do governo rejeitaram na Comissão de Fiscalização Financeira requerimento da oposição que pedia o comparecimento de Iraneth Dias Weiler, então chefe de gabinete de Lina Vieira na Secretaria da Receita Federal. Outros requerimentos que pedem o comparecimento da ministra e da ex-secretária foram retirados de pauta de votação.

A oposição ainda tem, para serem votados no plenário da Câmara, requerimentos do líder do DEM, Ronaldo Caiado (GO), convocando a ministra Dilma e o ministro Jorge Félix para prestar esclarecimentos sobre o suposto encontro e o desaparecimento das imagens gravadas. Aguardam ainda votação nas comissões de Constituição e Justiça e do Trabalho requerimentos do deputado Efraim Filho (DEM-PB) também pela convocação do chefe do GSI.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos