Decisão do STF sobre Palocci é bem recebida por petistas na Câmara

Iolando Lourenço
Da Agência Brasil

O arquivamento da denúncia contra o deputado Antonio Palocci (PT-SP) pelo Supremo Tribunal Federal (STF) repercutiu positivamente entre os colegas petistas na Câmara.

Na denúncia do Ministério Público Federal, Palocci era acusado de quebrar o sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa e da divulgação indevida desses dados, em 2006, quando era ministro da Fazenda.

O líder do PT na Casa, deputado Cândido Vacarezza (SP), disse que ficou "muito feliz com a decisão do STF e que o resultado foi muito expressivo".

"Acho que o Supremo repôs a denúncia no seu devido lugar. O Palocci não teve nenhum envolvimento na quebra do sigilo bancário do caseiro", disse Vaccareza.

O ex-líder do PT deputado Maurício Rands (PE) afirmou que o STF fez justiça ao ex-ministro da Fazenda, porque não havia provas contra ele. "Agora a sua carreira política está liberada, e ele já pode até ser candidato ao governo de São Paulo", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos