Cabral afirma que retirada de urgência de pré-sal mostra capacidade de diálogo de Lula

Isabella Vieira
Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro

O governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), comemorou nesta quinta-feira (10) a retirada da urgência constitucional da análise dos projetos sobre a exploração de petróleo na camada pré-sal. Para ele, a medida demonstra a "capacidade de diálogo" do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Foi uma vitória da democracia", afirmou Cabral ao chegar à Bienal do Livro, no Recreio, zona oeste da cidade. "Mais uma vez o presidente demonstrou sua capacidade e vocação para tolerância", completou.

A retirada do pedido de urgência foi anunciada ontem (9), pelo presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), que garantiu, em troca, votar os projetos do governo federal até o dia 10 de novembro.

Com a medida, o governador do Rio afirmou que vai continuar defendendo "o princípio constitucional" para divisão dos royalties da produção petrolífera.

"Estados e municípios produtores têm direito a indenizações, a compensações financeiras e a royalties. Isso está claro na Constituição", destacou.

Cabral ressaltou que não é contra a divisão de recursos do pré-sal para as regiões menos desenvolvidas do país. "O que não pode é retirar recursos do Rio de Janeiro. Isso é uma tremenda injustiça."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos