Dilma critica Marina, é aplaudida em missa e tem beijo negado na Igreja do Bonfim

Especial para o UOL Notícias
Em Salvador

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, visitou nesta sexta-feira (9) a Igreja do Senhor do Bonfim, a mais famosa da Bahia. Na ocasião, ela foi aplaudida por uma multidão, criticou a senadora Marina Silva (PV-AC), uma de suas prováveis adversárias na disputa presidencial de 2010, e ainda passou por um pequeno constrangimento: teve um pedido de beijo recusado por uma criança.
  • Romildo de Jesus/AE

    A ministra Dilma Rousseff é saudada por pais-de-santo ao chegar para participar de missa em ação de graça pela recuperação de sua saúde, na Igreja do Senhor do Bonfim, em Salvador (BA)



"A ex-ministra Marina Silva não é uma pessoa que representa o projeto do presidente Lula. Ela tem um projeto alternativo, que não podemos desconsiderar, que merece o nosso respeito. Mas é preciso deixar claro que a ex-ministra não representa o projeto do presidente Lula", disse Dilma Rousseff sobre a adversária.

Ainda sobre as eleições do ano que vem, a ministra falou que acredita na polarização entre o PT e o PSDB. "Queremos confrontar o que aconteceu após 2003 e como era o Brasil antes. A polarização é inevitável", falou.

Depois, não quis comentar a possibilidade de ter dois palanques na Bahia --o do governador Jaques Wagner, que é candidato à reeleição, e o do ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional), que anunciou sua disposição de disputar o governo pelo PMDB. "Não falo em dois palanques porque a eleição não começou", declarou.

Dilma também voltou a minimizar os resultados das últimas pesquisas, que a colocam bem atrás do governador José Serra (PSDB). "Neste momento é muito difícil fazer qualquer definição, a eleição está muito longe."

Aplausos x beijo negado
A ministra entrou na igreja às 7h20, vestida toda de branco, depois de passar pelo banho de folhas, ritual muito comum em terreiros de candomblé. Quando subiu as escadarias do templo, foi aplaudida.

Dentro da igreja, mais aplausos. O padre Edson Menezes pediu uma "saudação especial pela saúde" da ministra, que se curou há pouco tempo de um câncer linfático.

Faixas colocadas nas imediações da igreja e nas principais ruas e avenidas que levam ao templo creditaram ao Senhor do Bonfim a cura do câncer da ministra.

Dilma Rousseff assistiu à missa perto do altar, ao lado do governador Jaques Wagner (PT). De acordo com a administração da igreja, cerca de 500 pessoas participaram da missa, entre as quais secretários, deputados federais e estaduais e políticos ligados principalmente ao PT.

Mas, ao final da missa, a ministra passou por um pequeno constrangimento. Ela pediu um beijo para Rian Santos, de um ano de oito meses, que estava no colo da mãe, e a criança respondeu: "Não". Apesar da negativa, a ministra o beijou.

Antes de seguir para Feira de Santana (108 km de Salvador), onde visitaria as obras do Hospital da Mulher e participaria de uma solenidade autorizando a concessão de duas rodovias (as BRs 324 e 116), a ministra falou da religiosidade dos baianos: "Estou muito feliz por ter participado desta missa. A Bahia é uma terra muito generosa e, aqui (na igreja), sinto o coração, a alma e a imensa generosidade desta gente. Não é sem razão que a Bahia congrega todos os credos, a fé desta gente é muito grande."

Ela aproveitou a ocasião para colocar uma fitinha do Senhor do Bonfim no braço e fazer três pedidos. "Não posso falar dos pedidos, é um segredo que vocês devem respeitar", disse.

Dilma Rousseff chegou nesta quinta-feira (8) à capital baiana. À noite, participou da festa de aniversário do presidente da ANP (Agência Nacional do Petróleo), Haroldo Lima. O governador Jaques Wagner e o ministro Geddel Vieira Lima, que brigam por espaço político no Estado, ficaram na mesma mesa, ao lado da ministra-chefe da Casa Civil.

Ainda nesta sexta-feira Dilma Rousseff visita a cidade de Cipó (241 km da capital), onde participa do encerramento da primeira etapa da Caravana Estadual de Erradicação do trabalho Infantil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos