Ministro Cassel não vê conflito entre produção familiar e grande agricultura

Da Agência Senado

Em debate na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) nesta terça-feira (13), o ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, disse que governo apoia tanto defensores da reforma agrária e da agricultura familiar, como aqueles que operam na agricultura de escala.

"Esse governo defende um clima de discussão menos contaminado, onde questões da agricultura não sejam tratadas como de oposição. Essa é, na verdade, a vantagem competitiva do Brasil, e não um problema. Temos que superar o ranço que consiste em tratar o tema de forma conflituosa", declarou Cassel.

Ele concordou com o professor Plínio de Arruda Sampaio que a terra deve ser tratada como um bem específico, dizendo ainda que o uso de índices de produtividade agropecuária não se restringe à reforma agrária.

O ministro discordou do representante dos produtores rurais, Luiz Marcos Suplicy Hafers, de que os índices são calculados "por burocratas". Guilherme Cassel contou que equipes de ministérios e de outros órgãos públicos envolvidos com o tema agrário analisam o assunto antes de definir os critérios e cálculos de produtividade.

"Os índices atuais são resultado de propostas equilibradas, pois nós sabemos que esse é um tema delicado, sendo necessário encontrar um ponto de equilíbrio. Assim, os índices hoje definidos são confortáveis para quem tem uma preocupação mínima com a produtividade da terra", disse o ministro, acrescentando ainda que cabe ao governo cumprir o que está previsto em lei.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos