Decisão da CCJ sobre afastamento de senador tucano sai na próxima quarta

Marcos Chagas
Da Agência Brasil
Em Brasília

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) apresentará uma decisão sobre o afastamento de Expedito Júnior (PSDB-RO) na próxima quarta-feira (11).

O líder do PDT, Osmar Dias (PR), chegou a apresentar um requerimento para que a consulta feita pela Mesa Diretora fosse analisada hoje pela comissão, mas o presidente do colegiado, Demóstenes Torres (DEM-GO) ponderou que, como se trata de perda de registro e não de cassação de mandato, cabe defesa administrativa de cinco dias.

O senador comprometeu-se em apresentar na quarta-feira da próxima semana seu parecer, favorável ao cumprimento da determinação do Supremo de afastar da Casa o senador tucano.

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), qualificou de "formalidade" a decisão da Mesa Diretora de encaminhar uma consulta à CCJ sobre a determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) pelo afastamento do senador Expedito Júnior (PSDB-RO).

Ele destacou que não cabe mais qualquer avaliação, pelo Senado, sobre o caso e que na próxima semana já terá condições de homologar a determinação da Suprema Corte.

"Na hora que voltar da Comissão de Constituição e Justiça nós temos que dar posse como manda o Supremo Tribunal Federal", acrescentou Sarney.

O presidente do Senado minimizou as críticas quanto à demora no cumprimento da decisão do STF. Ele defendeu "o estabelecimento de um clima de diálogo e harmonia entre os Poderes".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos