Lula defende que governo pague para que cidades não desmatem

Piero Locatelli
Do UOL Notícias
Em Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu que o governo federal destine dinheiros às cidades da Amazônia Legal para diminuir o desmatamento. Lula defendeu que os gastos para isso estejam no orçamento da União como despesa e não como custeio -que pode ser cortado posteriormente.

O presidente não detalhou como seria feito esse repasse. Atualmente não existe nenhum tipo de estímulo semelhante aos municípios.

"Nenhum governo tem interesse que chegue um cara de São Paulo ou Minas, contrate quatro cinco jagunços, mandem tacar fogo e não plantem nada. O que ganha o prefeito? Nada", disse o presidente.

"Os economistas da Barra da Tijuca ou da avenida Paulista tem que pagar para a cidade que tem terra parar de desmatar. [Eles ficam] tomando chopp de boa qualidade. Falando mal da vida dos outros da 7 às 10 da noite. Eles têm energia elétrica a vontade e aquecimento a gás. Aí vai pedir para não desmatar na Amazônia", criticou o presidente.

Prefeitos da região amazônica presentes em Brasília nesta quinta-feira (12) em evento do Programa Terra Legal, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, apelidaram a iniciativa de FPM (Fundo de Participação dos Municípios) da Amazônia. Atualmente, o FPM é a principal fonte de renda de muitos municípios do país.

Após o anúncio de queda no desmatamento na Amazônia, o presidente disse que a política de clima deve ser uma prioridade para o país. "A questão do clima é a mais séria que nós estamos enfrentando. Porque nós não controlamos a intempérie", disse.

O presidente citou o psiquiatra Sigmund Freud ao afirmar que há coisas que o homem não tem total controle. "O Japão tem terremoto. Aí faz casa de borracha, casa daquilo, casa de papel. Aqui no Brasil faz piscinão, faz piscininha. Mas a gente não sabe o tamanho da chuva. Aí tudo que a gente bolou escafedeu-se", falou Lula.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos