Lideranças do DEM se reúnem hoje com Arruda para definir futuro do governador do DF

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

Atualizado às 11h01

As principais lideranças do DEM se reunirão nesta segunda-feira (30), às 14h, como o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), para ouvir a versão dele sobre a denúncia de pagamento de propina a deputados da base aliada na Câmara Distrital.

De acordo com integrantes do partido, Arruda pode ser desfiliado ainda hoje, caso não dê explicações detalhadas sobre o ocorrido. O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, não participará da reunião.

Em nota oficial divulgada nesse domingo, Arruda negou participação no suposto esquema de pagamento de propina. Indignado com as acusações, Arruda afirmou que foi vítima de um "ato de torpe vilania".

Mas, a Polícia Federal tem uma gravação em que o ex-Secretário de Relações Institucionais, Durval Barbosa, discute a divisão de dinheiro fraudulento. Na gravação, Arruda pergunta quanto Durval tem disponível e o ex-secretário fala que são R$ 420 mil para o governador distribuir como bem entender.

Enquanto isso, partidos políticos da base aliada começam a abandonar o barco do governador do Distrito Federal. A executiva do PPS já determinou que todos filiados entreguem seus cargos e o PDT vai tomar decisão semelhante em reunião nesta manhã.

Já a bancada do PT vai se reunir para decidir uma ação na Justiça que vai pedir o afastamento do governador José Roberto Arruda. Dirigentes partidários, como o senador Demóstenes.

*Com informações do Jovem Pan Online

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos