Temer nega ter envolvimento em esquema de propinas do DF e desqualifica denúncia de caixa 2

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília

O presidente da Câmara dos Deputados negou nesta quarta-feira (2) qualquer envolvimento com o suposto esquema de propinas no governo do Distrito Federal. Michel Temer (PMDB-SP) aparece nas denúncias como um dos quatro deputados que teria recebido parte do dinheiro de propina que envolve o governo de José Roberto Arruda (DEM).

"Não há absolutamente nada. Eu tenho relações pessoais com o governador Arruda, mas, evidentemente, não tenho relação política. Não sei qual a razão pela qual se destinaria uma verba para mim. É mais uma infâmia, lamento dizer isso".

A gravação mostraria uma conversa entre o ex-secretário de Relações Institucionais do DF Durval Barbosa - responsável pelas denúncias no governo Arruda - e um empresário. O assunto seria o rateio de R$ 1 bilhão a quatro deputados. Temer seria um dos beneficiados.

"Hoje eu começo a rever a possibilidade de continuar na vida pública, porque, se isso significa receber infâmias dessa natureza, não vale a pena estar nela", afirmou o presidente da Câmara.

Também nesta quarta-feira veio à público outra denúncia envolvendo o peemedebista. Ele teria recebido dinheiro não declarado da construtora Camargo Corrêa. Temer também negou esta denúncia, classificando-a de "infâmia" e "coisa vil".

Disse ainda que solicitará à Justiça os documentos da empresa que apontariam seu nome. "Eu quero os documentos referentes ao meu nome, para responsabilizar aqueles que, ou o produziram, ou o divulgaram isso".

A lista que inclui Temer entre os beneficiários da empreiteira faria parte de investigação da Polícia Federal, no âmbito da Operação Castelo de Areia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos