Arruda abriu edital para comprar panetones no mesmo dia de operação da PF, aponta jornal

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Atualizada às 11h35

Elite do PMDB é citada em vídeo do mensalão do DEM


No mesmo dia em que a operação da Polícia Federal contra o "mensalão do DEM" foi deflagrada, na última sexta-feira (27), o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), montou uma licitação para a compra de panetones, segundo reportagem publicada nesta quinta-feira (3) pelo jornal "Estado de S.Paulo".

Vídeo mostra governador do DF recebendo dinheiro de ex-secretário


Arruda e integrantes da cúpula do DF são acusados de participar de um esquema de propina. Um vídeo divulgado recentemente, gravado em 2006, durante a campanha do governador, mostra o momento da entrega de um maço de R$ 50 mil do ex-secretário de Relações Institucionais Durval Barbosa a Arruda. No fim de semana seguinte à operação, o governador alegou que o dinheiro seria para comprar panetones à população de baixa renda.

Arruda teria aberto o edital porque já sabia da proximidade da Operação Caixa de Pandora. O governo do Distrito Federal fixou a compra de 120 mil panetones para o próximo dia 10.

Os panetones devem ser entregues em 134 postos de distribuição de Brasília, além das cidades satélites de Riacho Fundo, Núcleo Bandeirante, Taguatinga, Brazlândia, Ceilândia, Samambaia, Recanto das Emas e Sobradinho.

Os primeiros 30 mil panetones devem ser entregues em até cinco dias após a assinatura do contrato - o restante deve ser liberado a cada três dias.

A assessoria de imprensa do governador foi procurada na manhã de hoje e afirmou que está apurando as informações. Já a Secretaria de Desenvolvimento Social negou que o lançamento do edital para a compra de 120 mil panetones tenha relação com a operação Caixa de Pandora. Segundo a secretaria, o mesmo número de panetones foi adquirido no ano passado para o programa social "Vida Melhor", que tem 120 mil famílias beneficiadas.

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Arruda tentou explicar a entrega do dinheiro. "Para mim, pessoalmente, ele deu o que aparece naquele vídeo que apareceu, que deve ser de dezembro de 2004 ou dezembro de 2005. Foi para as minhas campanhas sociais de final de ano que eu faço há dez anos. Virou piada, porque é panetone, mas no fundo é verdade mesmo. Eu entrego panetone nas creches, nos asilos, tudo isso. Essa [doação em dinheiro de Durval] foi a única que eu recebi pessoalmente. Mas na campanha ele foi para o comitê. Ajudou muito", disse.





Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos