Tribunal de Contas do DF abre processo para apurar denúncias contra conselheiro

Alex Rodrigues
Da Agência Brasil
Em Brasília

O Tribunal de Contas do Distrito Federal e Territórios (TCDFT) instaurou processo administrativo para apurar o suposto envolvimento do conselheiro Domingos Lamóglia no esquema de corrupção revelado pelo ex-secretário de Relações Institucionais do Distrito Federal, Durval Barbosa.

Em reunião extraordinária realizada nesta segunda-feira (30), o Conselho do Tribunal aprovou a recomendação do vice-presidente e corregedor da Corte, conselheiro Manoel de Andrade Neto, e decidiu solicitar ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) uma cópia do inquérito policial.

Segundo a assessoria do Tribunal, tão logo o STJ forneça os documentos, o Conselho abrirá prazo para que Lamóglia apresente a sua defesa.

Diante das denúncias, a procuradora-geral do Ministério Público de Contas do Distrito Federal, Márcia Ferreira Cunha Farias, pediu o afastamento cautelar de Lamóglia, indicado para o cargo pelo próprio governador, de quem foi chefe de gabinete.

Na última segunda-feira, o conselheiro pediu dez dias de licença-médica, mas nem a assessoria do Tribunal, nem a telefonista de seu gabinete souberam informar o motivo. Disseram apenas que ele teria passado mal e apresentado um atestado médico para justificar o pedido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos