Justiça manda manifestantes saírem da Câmara Legislativa do DF; estudantes ameaçam ficar até Arruda deixar governo

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília

Atualizada às 21h34

O presidente interino da Câmara Legislativa do Distrito Federal, deputado Cabo Patrício (PT), entrou com pedido de reintegração de posse nesta sexta-feira (4), para desocupar o plenário da Casa. O local está ocupado desde quarta-feira por manifestantes que defendem a saída do governador José Roberto Arruda (DEM) do cargo. O governador é acusado de envolvimento em um suposto esquema de distribuição de propina.

A juíza Júnia de Souza Antunes, do TJDFT (Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios), acatou o pedido liminar e determinou que dois oficiais sigam para o local para oficializar a decisão.

Cabo Patrício disse ao UOL Notícias esperar uma "saída negociada" e marcou reunião com o comando dos manifestantes para a manhã deste sábado. O presidente interino espera que os manifestantes saiam por conta própria, sem uso de força policial. "Garanto para a sociedade que haverá sessão na terça-feira", afirmou Cabo Patrício.

Os manifestantes, no entanto, não devem ceder. "A sinalização do movimento é a mesma desde que viemos para cá: permanecer até que o governador Arruda, o vice e os outros envolvidos saiam", afirmou o estudante Diogo Ramalho.

O pedido de reintegração já estava pronto desde quinta, mas a avaliação da presidência em exercício foi de que não houve necessidade de apresentá-lo à Justiça porque os manifestantes deixaram o local para realização da sessão legislativa - que acabou não ocorrendo por falta de quorum.

Os manifestantes voltaram a ocupar o local e fizeram uma vigília na noite de quinta, utilizando velas formando a frase "Fora Arruda e PO", em alusão ao governador e ao vice, Paulo Octávio, também do DEM. Os manifestantes também defendem a saída de parlamentares supostamente envolvidos no esquema de corrupção.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos