PT assume presidência da Câmara Legislativa do DF e promete ampliar autoconvocação

Keila Santana
Especial para o UOL Notícias
Em Brasília

O deputado distrital Cabo Patrício (PT) assumiu nesta quarta-feira a presidência da Câmara Legislativa após a notificação judicial do deputado Leonardo Prudente (sem partido) para que se afastasse do cargo.

Entenda o esquema de corrupção no DF

O novo presidente da Casa se prepara agora para ampliar a autoconvocação extraordinária para os trabalhos do plenário e não apenas das comissões.

Segundo o deputado Cabo Patrício, a proposta será discutida numa reunião da Mesa Diretora convocada nesta quinta-feira. O distrital, no entanto, avisa que o presidente da Casa tem poder para encerrar o recesso parlamentar.

"A minha posição e a de muitos deputados nesta Casa é para que o recesso acabe. O presidente tem a prerrogativa da autoconvocação, mas isso vai ser discutido com todos os deputados", disse Patrício.

O deputado ainda não recebeu a notificação para o afastamento dos oito deputados distritais acusados de envolvimento no esquema de propina.

A direção da Câmara está sujeita à multa diária de R$ 500 mil, após o quinto dia da notificação, se não cumprir a liminar que impede a participação dos distritais suspeitos nos processos de votação do impeachment contra o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido).



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos