Mulheres e jovens ainda são desafio para Dilma, mostra pesquisa

Maurício Savarese

Do UOL Notícias<br>Em São Paulo

A pré-candidata que espera ser a primeira eleita para a Presidência da República tem melhorado seu desempenho, mas ainda está atrás do principal adversário na busca pelo voto feminino na sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva neste ano. A petista Dilma Rousseff também fica atrás do tucano José Serra, apontou a pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta segunda-feira (1º), no apelo com os mais jovens.

No cenário em que o deputado Ciro Gomes (PSB) está na disputa, a ministra-chefe da Casa Civil está tecnicamente empatada com o governador de São Paulo em primeiro lugar – levando em conta a margem de erro. Dilma tem 27,8% contra 33,2% de Serra.

 

Embora tenha reduzido a diferença ante o líder nas pesquisas de intenção de voto, a petista ainda não reverteu a vantagem do tucano entre suas companheiras mulheres e tampouco entre os mais jovens, eleitorado histórico do seu partido. Entre os homens, os números da ministra melhoraram nos últimos dois meses, apontou a CNT/Sensus.

No levantamento de novembro, sempre considerando a presença de Ciro na disputa presidencial, Dilma somava 18,4% do eleitorado feminino contra 31% de Serra. Os números mais recentes apontam avanço da ministra para 24%, mas ainda distante dos 33,4% do governador paulista. Entre as mulheres, o maior perdedor no período foi o deputado do PSB, que caiu de 18 para 11,6% de intenção de voto.

Entre os homens aptos a votar, o desempenho da petista melhorou: na última sondagem do ano passado ela contava com 25,3% de intenção de voto contra 32,6% do tucano. Nos números mais recentes, Dilma subiu para 31,9%, enquanto Serra estacionou nos 33%. Ciro recuou de 16,9 para 12,2% no período.

Na população jovem, Dilma está atrás de Serra na faixa entre 18 e 24 anos de idade – composta em parte por pessoas que vão votar pela primeira vez para presidente. Em novembro, ela somava 21,9% das intenções, contra 37,4% do tucano. Ciro contava com 15,6% nessa população.

Os números de janeiro mostram a ministra com 27,5% nessa faixa de idade, enquanto o governador recuava para 35,3%, mas ainda com vantagem superior à margem de erro de três pontos percentuais. O deputado do PSB somava 11,1% das intenções.

Entre os eleitores que não são obrigados a votar, na pequena faixa de 16 a 18 anos de idade, Dilma oscilou levemente, de 16,2% em novembro para 17,2% em janeiro, enquanto Serra saltou de 29,3 para 45,5%, de acordo com a CNT/Sensus.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos