Câmara do DF deve analisar pedidos de impeachment contra Arruda nesta quinta

Camila Campanerut
Do UOL Notícias
Em Brasília

Atualizada às 11h13

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Legislativa do Distrito Federal está reunida na manhã desta quinta-feira (18) e deve aprovar os três pedidos de impeachment contra o governador licenciado José Roberto Arruda (sem partido). – que está preso há uma semana na Superintendência da Polícia Federal, em Brasília. Uma opção para o governador escapar da cassação seria renunciar ao cargo.
 


O relator do caso na CCJ, deputado Batista das Cooperativas (PRP), sinalizou na semana passada que apresentará um o relatório favorável à aceitação dos três pedidos de impedimento pelo crime de responsabilidade contra o governador.

“Amanhã [hoje], não apenas vamos votar pela cassação de Arruda como também instalaremos a Comissão Especial para analisar os pedidos”, prevê o deputado petista Chico Leite, único integrante da oposição dentre os cinco membros da CCJ.

A previsão do deputado é de que, além da instalação da Comissão Especial, o relator deverá ser indicado, bem como os demais membros da comissão, ainda nesta quinta-feira.

Uma vez criada, a comissão tem dez dias para anunciar um parecer que será analisado em plenário. A votação do parecer da Comissão dependerá da aprovação em plenário de 2/3 (16) dos 24 deputados distritais. Ao governador afastado será dado um prazo de 20 dias para que apresente sua defesa.

Outros quatro pedidos de impeachment também devem ser analisados, ainda sem data definida, contra o governador em exercício, Paulo Octávio, que se reuniu com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na manhã de hoje.

A estratégia de Paulo Octávio é contar com o apoio do presidente para evitar que o Distrito Federal seja administrado por um interventor, como pediu o Ministério Publico ao Supremo Tribunal Federal (STF) - que só deve analisar o caso na próxima semana. Também para a próxima semana ficou marcada a reunião do partido do governador, o Democratas, que deve decidir o futuro de Octávio na legenda. Algumas lideranças do partido pedem que ele saia do DEM. 



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos