Deputados têm 48 horas para criar comissão que analisará impeachment de Arruda

Priscilla Mazenotti
Da Agência Brasil
Em Brasília

Depois de aprovada a abertura de processo de impeachment contra o governador licenciado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), os deputados distritais tem agora 48 horas para criar uma comissão especial que vai analisar o caso. Essa comissão terá dez dias para elaborar um parecer, que será votado em plenário.

Em seguida, José Roberto Arruda será notificado e terá 20 dias para apresentar defesa. Há o entendimento de que, a partir da notificação, Arruda não poderá mais renunciar para fugir da perda de mandato e dos direitos políticos.

Depois de apresentar a defesa, o parecer volta ao plenário e precisa de dois terços dos votos para o processo ter continuidade. Arruda, então, é afastado por 120 dias. E o julgamento do impeachment é feito por cinco deputados distritais eleitos pelo plenário e cinco desembargadores do Tribunal de Justiça, escolhidos por sorteio. A sessão será presidida pelo presidente da Corte, e a votação é secreta.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos