Lula não deu conselho para Paulo Octávio ficar no governo do Distrito Federal, diz assessor

Luciana Lima
Da Agência Brasil

O conselho para que o governador em exercício do Distrito Federal, Paulo Octávio (DEM), permanecesse no cargo, de acordo com fontes do Planalto, não foi dado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no encontro que teve com o governador hoje (18), pela manhã.

De acordo com um integrante do governo que participou da audiência, Paulo Octávio disse ao presidente que já teria esboçado uma carta de renúncia. Diante disso, Lula não teria emitido opinião e respondido: “Essa seria uma decisão sua, de foro íntimo”.

Ao anunciar há pouco sua permanência no cargo, Paulo Octávio, disse que “ficaria mais alguns dias” por recomendação de Lula. “Na próxima semana, decisões importantes no STF poderão mudar a vida de Brasília. Por isso, apesar de ter a minha carta de renúncia pronta e entregue à deputada Eliana Pedrosa, aguardo mais alguns dias como me recomendou o presidente Lula para que possamos ter o quadro das decisões que a Justiça deverá apresentar na próxima semana. Aí sim tomaremos as decisões que serão necessárias”, disse o democrata.

Paulo Octávio se reuniu com Lula, no Centro Cultural Banco do Brasil, sede provisória da Presidência da República, pela manhã. Participaram também do encontro o novo ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, e de Relações Institucionais, Alexandre Padilha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos