Paulo Octávio deve se desfiliar do DEM nesta segunda

Do UOL Notícias

Em São Paulo

Paulo Octávio diz que não renunciará

O governador interino do Distrito Federal, Paulo Octávio (DEM), deve anunciar nesta segunda-feira (22) sua desfiliação do DEM. A saída seria uma forma de evitar a expulsão do partido. A executiva da legenda se reúne no começo dessa semana, e a tese da expulsão ganhou força depois que Paulo Octávio decidiu permanecer no comando do governo.

Paulo Octávio afirmou na sexta (19) que permanece no governo pelo menos até o STF (Supremo Tribunal Federal) decidir sobre a intervenção no Distrito Federal, informou o secretário André Duda (Comunicação).

A promessa foi feita em reunião com os 17 secretários do governo. Octávio também pediu união contra a ameaça de intervenção federal defendida pela Procuradoria Geral da República.

O governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (ex-DEM, sem partido), continua preso na Superintendência da Polícia Federal em Brasília. A PGR (Procuradoria Geral da República) encaminhou ao STF (Supremo Tribunal Federal) parecer defendendo a manutenção da prisão preventiva.

O Supremo deve analisar o mérito do pedido de liberdade de Arruda esta semana. Já o pedido de intervenção federal ainda não tem data para ser julgado pela Corte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos