CPI da Corrupção do DF deve retomar trabalhos amanhã para eleger novo presidente da comissão

Camila Campanerut
Do UOL Notícias

Em Brasília

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Corrupção, ou da Codeplan, como preferem os deputados da Câmara Legislativa do Distrito Federal, se reúne na manhã nesta quarta-feira (24) para eleger o novo presidente. Os indicados pelo presidente da Casa, Wilson Lima (PR), são os deputados José Antônio Reguffe (PDT) e Eliana Pedrosa (DEM).

A composição da CPI já conta com os deputados Paulo Tadeu (PT), Reguffe (PDT), Raimundo Ribeiro (PSDB), Batista das Cooperativas (PRP) e Eliana Pedrosa (DEM). O novo presidente ocupa o lugar que foi do deputado Alírio Neto (PPS), que renunciou no final de janeiro.

 

O atual relator da Comissão é o deputado Raimundo Ribeiro (PSDB), também corregedor da Casa. No entanto, não há garantia de que se mantenha no cargo, pois caberá ao novo presidente a indicação do relator. O cronograma de atividades da CPI será definido nesta reunião também.

 

O objetivo da atuação da CPI é de investigar indícios de irregularidades no Executivo do DF nos últimos 19 anos, abrangendo, portanto, a gestão de Joaquim Roriz (PSC). Entretanto, a credibilidade da comissão está abalada, tendo em vista que, 19 dos 24 distritais participavam da base aliada do governador afastado e preso, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), dos quais oito deputados são investigados pela Operação Caixa de Pandora da Polícia Federal (além de dois suplentes). Os deputados não citados no inquérito possuem, de alguma forma, ligação com os distritais investigados. A estratégia que os parlamentares têm adotado é a dissolução dos blocos e anúncios de que atuam como “independentes”.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos