Comissão de Ética do DF define novo relator para o caso da "deputada da bolsa"

Camila Campanerut
Do UOL Notícias

Em Brasília

A Comissão de Ética da Câmara Legislativa do Distrito Federal deve definir na tarde desta quarta-feira (3) um novo relator para o caso da deputada Eurides Brito (PMDB), flagrada em vídeo recebendo somas em dinheiro do delator da Operação Caixa de Pandora da Polícia Federal, o ex-secretário de Relações Institucionais do governo do DF Durval Barbosa.

 

A mudança se deve à saída do suplente Bispo Renato (PR) para a volta do titular, Aguinaldo de Jesus (PRB), que deixou o cargo de secretário de Esportes do Governo do DF. Bispo Renato era integrante de quatro comissões. No entanto, Jesus não recebe, obrigatoriamente, a relatoria do caso de Comissão de Ética, que será redefinida por seus membros por sorteio.

 

A deputada distrital é a única dos três parlamentares que tiveram o processo de cassação aberto pela Casa Legislativa que não renunciou. Ontem, a carta de renúncia de Júnior Brunelli (PSC) foi lida em plenário e a decisão dele se tornou irrevogável. Já o primeiro a abdicar do cargo foi o ex-presidente da Câmara Legislativa, Leonardo Prudente (sem partido, ex-DEM). Com a renúncia, os dois conseguiram escapar da perda dos direitos políticos por cinco anos e, no caso de Brunelli, ele ainda poderá se candidatar nas eleições de outubro.

 

CPI da Corrupção

 

Mais cedo, a reunião da CPI da Codeplan, mais conhecida como CPI da Corrupção, definiu que a nomeação do novo presidente da comissão ficará para a próxima segunda-feira (8). Caberá ao presidente indicar quem será o relator dessa comissão. A CPI conta com os deputados Batista das Cooperativas (PRP), Eliana Pedrosa (DEM), Paulo Tadeu (PT), Raimundo Ribeiro (PSDB) e Reguffe (PDT).

 

“Aprovamos alguns requerimentos e registramos os pedidos de alguns documentos”, resume o deputado Raimundo Ribeiro. Entre eles, destaca-se o pedido do deputado Paulo Tadeu (PT) de informações à Polícia Civil do Distrito Federal sobre as Operações Tucunaré, que investiga esquema de estelionato envolvendo transações bancárias feitas com cartões de crédito clonados desde 2007, e a Terabyte, que apura indícios de fraudes em licitações em empresas de informática.

 

Após a sessão, os parlamentares da Mesa Diretora da Câmara almoçaram com o governador interino, Wilson Lima (PR), no Palácio do Buriti, onde iriam discutir as prioridades do governo nos dois Poderes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos