Presidente do PT descarta licença de Lula e afirma que participação em campanha será dentro da lei

Camila Campanerut
Do UOL Notícias

Em Brasília

O presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, negou nesta sexta-feira (5) qualquer possibilidade do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, se licenciar do cargo para reforçar a campanha da pré-candidata à sucessão, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. “Isso [licença] não tem cogitação. O Lula é presidente da República. O Lula vai participar da campanha absolutamente dentro da lei”, defendeu.

Apesar do calendário de viagens de Dilma ainda não estar fechado, Dutra antecipou que ela fará viagens por todo o Brasil, participando de palestras e fazendo plenárias com militantes.

Dutra chamou ainda a oposição de “biruta de aeroporto”, por não saber que direção irá tomar. Para ele, a indefinição vai acabar em março, e o principal problema dos tucanos é a falta de projeto. “A oposição tem que dizer o que quer botar no lugar [do atual plano de governo]. Nós vamos manter o câmbio flutuante. Temos projeto de continuar e avançar”, defendeu.

Crítica à imprensa
Dutra também criticou o trabalho da imprensa. “Tem setores da mídia que estão fazendo uma campanha contra nós. Se a Dilma ganhar a eleição, vai ter censura à imprensa. Se o Serra ganhar, não vai ter censura à imprensa (...)”, satirizou.

O presidente nacional do PT disse ainda que preferiria que os veículos de comunicação fossem como os de outros países, onde as opiniões políticas são assumidas e não se veste uma “pseudoneutralidade” como aqui no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos