PSDB de MG anuncia apoio à pré-candidatura de Serra ao Planalto e a de Aécio ao Senado

Rayder Bragon
Especial para o UOL Notícias

Em Belo Horizonte

O Presidente Estadual do PSDB de Minas Gerais, deputado federal Narcio Rodrigues, anunciou nesta segunda-feira (15) que o partido aprovou nota de apoio ao governador de São Paulo, o tucano José Serra, possível pré-candidato da legenda à sucessão presidencial em 2010.

Fernando Rodrigues: A estratégia de Serra pode ter sido a pior dos últimos anos

A nota ainda reforça apoio da legenda às pré-candidaturas do governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), ao Senado e do vice-governador Antônio Anastasia ao governo do Estado. Aécio Neves e José Serra disputavam a indicação tucana à sucessão do presidente Lula. Em dezembro passado, o mineiro desistiu da disputa.

Segundo Rodrigues, a resolução vai ser levada pelo presidente estadual, um dos interlocutores mais próximos do governador mineiro, a José Serra durante encontro entre eles na próxima quarta-feira, em São Paulo. Em relação ao governador paulista, o presidente estadual disse que ele terá total apoio do partido em Minas Gerais

“Estamos deixando evidente e claro o compromisso de nós do PSDB de Minas e aqueles que estão sob a liderança do governador (Aécio Neves) de dar total apoio a pré-candidatura do governador José Serra à Presidência da República”, disse.

Rodrigues ressaltou que não há cobrança para que Serra se declare candidato.
“O que nós queremos deixar claro é que, no que depender de nós (do partido em Minas Gerais), o governador José Serra poderá colocar sua candidatura, que terá de nós toda a solidariedade, todo o apoio. O grupo que está hoje sob a liderança do governador Aécio Neves vai se empenhar para consolidar em Minas uma grande vitória a favor de Anastasia e Serra sob a liderança do governador Aécio Neves”, disse o dirigente.

A iniciativa mineira visa neutralizar rumores de que poderia se repetir em Minas o fato ocorrido na eleição de 2006 que ficou conhecido como “Lulécio”, quando o eleitor do Estado votou em Aécio Neves para reeleição de governador e também em Lula para a sua recondução ao cargo de Presidente da República, em detrimento do candidato tucano à época ao Planalto, o ex-governador Geraldo Alckmin.

“Queremos deixá-lo (Serra) tranquilo com relação à posição (do partido em Minas), que é refutar com veemência qualquer tipo de composição aqui que não obedeça à lógica partidária e às convicções que nós temos que a candidatura Serra, juntamente com a candidatura (de Antônio Anastasia), representa o melhor para Minas e para o Brasil nesse momento”, avaliou Rodrigues.

Ele ainda frisou que terá encontro com o deputado Mendes Thame, presidente estadual do PSDB de São Paulo, e com o secretário da Casa Civil do governo paulista, Aloysio Nunes Ferreira.

Em relação à demora do governador paulista em anunciar a sua pré-candidatura, Rodrigues minimizou o fato e disse que o governador tem experiência para conduzir do seu modo o processo.

“É preciso que em um processo desses, nós respeitemos o timming do governador (José Serra).”

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos