Emissário de Aécio encontra Serra para prometer apoio em Minas Gerais

Maurício Savarese

Do UOL Notícias<br>Em São Paulo

O presidente do PSDB em Minas Gerais, deputado Nárcio Rodrigues, reuniu-se nesta quarta-feira (17) com o governador de São Paulo, José Serra, para prometer apoio de Aécio Neves ao tucano naquele Estado. O governador mineiro desistiu de concorrer à Presidência em 2010 e deixou o paulista como único presidenciável do partido.

Serra é hostilizado ao inaugurar escola em SP

Os professores, que estão em greve desde 8 de março por melhores salários, vestiam camisetas da greve e portavam faixas contra o governador

Aécio ainda é cogitado por lideranças da oposição para ser candidato a vice na chapa tucana encabeçada por Serra. Assim como o governador mineiro, o presidente do PSDB de MG voltou a negar essa possibilidade e disse a Serra que Aécio será candidato ao Senado.

“Viemos fazer esta visita para fazer trazer essa posição de Minas”, disse Rodrigues a jornalistas após a conversa com Serra, que durou cerca de uma hora e meia no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. “[Serra] terá de Minas Gerais todo o engajamento do grupo liderado pelo governador Aécio e que vai estar no centro das ações para dar ao PSDB uma grande vitória.”

Rodrigues afirmou que a posição de Aécio em concorrer ao Senado “não é nenhuma escolha irrefletida, de retaliação”, referindo-se aos comentários de oposicionistas que consideram fundamental sua inclusão na chapa tucana para vencer o pleito de outubro.

A principal adversária da campanha tucana é a petista Dilma Rousseff. De acordo com as mais recentes pesquisas de intenção de voto, a liderança de Serra, que nem sequer admitiu sua candidatura, tem encolhido em relação à ministra-chefe da Casa Civil.

Lideranças tucanas temem que a disputa interna entre Serra e Aécio cause problemas ao governador paulista no segundo maior colégio eleitoral do país. Prefeitos ligados ao mineiro defendem o chamado voto “Dilmasia”, em referência a Dilma e ao candidato tucano à sucessão de Aécio, Antonio Anastasia. Em 2006, o mesmo aconteceu com o surgimento dos defensores do voto “Lulécio”, para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Aécio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos