Em depressão, Arruda deve passar por análise psiquiátrica na cadeia

Camila Campanerut

UOL Notícias <br>Em Brasília

O médico particular do governador cassado do Distrito Federal José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM) afirmou nesta segunda-feira (22) que seu paciente terá de ser avaliado por uma psiquiatra da Polícia Federal, onde está preso há mais de um mês.

De acordo com o cardiologista Brasil Caiado, a reavaliação de Arruda deve ser feita porque o quadro depressivo dele se agravou. “Ele está bastante apático e quieto, praticamente acamado. De uma semana para cá piorou”, disse.

Ainda segundo o médico, a depressão pode atrapalhar o tratamento clínico ao qual Arruda está sendo submetido para tentar equilibrar os problemas de hipertensão, diabete e deficiência cardíaca.  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos