Anúncio sobre futuro político de Meirelles deve ficar para a próxima semana

Camila Campanerut
Do UOL Notícias
Em Brasília

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, desconversou mais uma vez na noite desta quarta-feira (24) quando questionado sobre sua saída do cargo e a possibilidade de se candidatar nas próximas eleições em outubro. 

“Não está resolvido isso ainda (...) Vamos aguardar. Na próxima semana, eu vou conversar com o presidente Lula e tenho um fim de semana para pensar”, afirmou Meirelles. 

Se quiser se candidatar, como pretende o PMDB, membros do governo e o próprio presidente da República, Meirelles terá de se desincompatibilizar do cargo até o dia 3 de abril. 

O nome dele já foi cogitado como vice na chapa da candidata petista, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, bem como no Senado Federal ou ainda para o governo de Goiás. 

O próprio presidente do Banco Central admite que, apesar de ainda ter prazo de cerca de 10 dias para uma decisão importante como esta, o período parece “ser uma eternidade". 

Processo arquivado
Ao ser questionado sobre a decisão da Procuradoria Geral da República de arquivar o processo contra ele por crime contra a ordem tributária, Meirelles preferiu não comentar. Disse apenas que o que tinha a declarar já tinha sido publicado em uma nota à imprensa. 

Na nota, o presidente afirma que recebeu a informação pela imprensa e por seus advogados - e não pela Procuradoria Geral da República - de que a investigação se tratava de assunto “já devidamente apurado em inquérito anterior, que foi arquivado pelo STF”.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos