Governo federal destinará R$ 60 milhões para construção de 31.860 cisternas no semiárido

Da Agência Brasil
Em Brasília

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) vai repassar cerca de R$ 60 milhões para a Articulação do Semiárido (ASA) construir 31.860 cisternas na região, das quais 110 em escolas públicas rurais.

O objetivo é possibilitar o armazenamento da água da chuva e, assim, minimizar os efeitos da seca. A expectativa do MDS é que, no total, 70 mil cisternas sejam construídas no semiárido até o final de 2010.

Segundo o coordenador-geral do Programa de Cisternas do ministério, Igor Arsky, a construção de poços em escolas começou em 2009, na Bahia, para combater os problemas que os colégios enfrentavam por causa da falta de água.

“Agora estamos ampliando, vão ser [atendidas] 110 escolas na zona rural, porque identificamos que elas têm os mesmos problemas que a comunidade. Vamos atender a escola para melhorar a qualidade da merenda, do lanche”, disse.

De 2003 a janeiro de 2010, o ministério apoiou a construção de 338 mil cisternas beneficiando 1,3 milhão de pessoas no semiárido, que é formado pelos Estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

'A cisterna é uma verdadeira revolução para a família do semiárido, ela muda a perspectiva de vida dessas pessoas”, afirmou o coordenador.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos