Lula faz reunião com novos ministros e diz que quer prosseguir na "marcação de gols"

Camila Campanerut
Do UOL Notícias
Em Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reúne na manhã desta segunda-feira (5) com seus ministros na Granja do Torto, em Brasília. O encontro começou às 9h40 e deve tratar da continuidade dos trabalhos das dez pastas que agora serão comandadas por substitutos. A reunião deve terminar na hora do almoço. Dez novos ministros assumiram cargos na semana passada depois que os titulares das pastas deixaram os cargos para concorrer às eleições de outubro, cumprindo o prazo de desincompatibilização determinado pela legislação eleitoral.

ESCUTA ESSA! ADEUS TAMBÉM
FOI FEITO PRA SE DIZER...

Eleição deve ser o primeiro assunto na reunião desta manhã, com a presença do advogado-geral da União, Luis Inácio Adams, convidado para tirar dúvidas sobre o que os executivos podem e não fazer neste período.

Na sequência, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, fará uma exposição sobre a conjuntura econômica do país. No encerramento, o presidente exporá o que espera dos ministros até o fim do ano. Lula deve cobrar empenho na execução do que está em andamento e insistirá para que não percam tempo com “invencionices”, adiantou a assessoria de imprensa do Planalto.

Dos 37 ministros que compõem o Executivo, quatro ainda não haviam chegado até as 10h15: José Gomes Temporão (Saúde), Nilcea Freire (Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres) e Carlos Lupi (Trabalho) – todos vindo do Rio de Janeiro, além de Paulo Bernardo (Planejamento).

Já todos os dez novos ministros -Erenice Guerra (Casa Civil), Wagner Rossi (Agricultura), Márcia Lopes (Desenvolvimento Social), José Artur (Comunicações), Paulo Passos (Transportes), João Santana (Integração Nacional), Márcio Zimmermann (Minas e Energia), Carlos Gabas (Previdência Social), Izabella Teixeira (Meio Ambiente) e Elói Ferreira (Igualdade Racial)- participam do encontro. A maioria desses novos ministros ocupava cargos de secretários-executivos nas pastas.

"Novos jogadores"

Lula afirmou que vai usar a reunião ministerial desta segunda-feira para orientar os novos "jogadores" e garantir que o time continue marcando gols.

"Quando o técnico vai substituir um jogador, sabe, ele chama o jogador e fica fazendo uma pequena preleção ali, que ele tem que entrar pela direita, pela esquerda, pelo centro, que ele tem que chutar para gol, ou seja, o que nós vamos fazer é uma preleção para que o time novo que está entrando em campo faça os gols, sabe?", explicou Lula no seu programa semanal de rádio "Café com o Presidente" desta manhã, informa a agência Reuters.

O presidente lembrou que a posse de funcionários que já acompanhavam os trabalhos dos ministérios é uma forma de manter em curso programas e obras e evitar mudanças bruscas.

"Não é possível, faltando nove meses para terminar o mandato, alguém imaginar começar uma obra nova, tentar inventar um outro programa."

Segundo Lula, a lógica de final de mandato será reforçar a acelerar os trabalhos. O presidente quer dedicação dos novos ministros para que "marquem sua passagem pelo governo".

Com informações de Maria Carolina Marcello, da agência Reuters

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos