Governo do DF nega ter tratado de irregularidades durante reunião na Casa Civil

Yara Aquino

Da Agência Brasil

 

O governador em exercício do Distrito Federal (DF), Wilson Lima, e assessores se reuniram na manhã de hoje (6) com a ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, para tratar de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O encontro ocorreu um dia após a Controladoria Geral da União (CGU) ter apontado indícios de irregularidades em obras realizadas na capital. No entanto, o secretário de Obras do DF, Jaime Alarcão, negou que o assunto tenha sido tratado na reunião.

 

De acordo com o secretário, o governo do DF fez um relato para ministra sobre cada um dos sete contratos de obras do PAC no Distrito Federal nas áreas de habitação, saneamento, drenagem e pavimentação.

 

Alarcão não quis comentar os casos de irregularidades apontadas pela CGU. Ele alegou não ter recebido ainda o relatório. “Não recebemos o relatório. Quando recebermos, poderemos nos posicionar.”

 

Auditoria realizada pela Controladoria-Geral da União (CGU) aponta indícios de desvio de recursos federais pelo governo do Distrito Federal que ultrapassam R$ 100 milhões. Em três meses de auditoria, a CGU identificou mais de 170 irregularidades nas áreas de educação, saúde e obras. Também há indícios de pagamentos para obras não realizadas, superfaturamento, beneficiamento de empresas privadas e fraudes em licitações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos