Definição sobre candidatos nas eleições indiretas do DF sai apenas na quarta-feira

Camila Campanerut
Do UOL Notícias
Em Brasília

Termina hoje o prazo para os partidos políticos encaminharem os últimos documentos de seus candidatos a governador e a vice nas eleições indiretas que ocorrem nesse sábado no Distrito Federal. "As homologações e as impugnações das candidaturas às eleições devem ser publicadas no dia 14 de abril", explica o presidente da Casa Legislativa, Cabo Patrício (PT).

Nesta terça feira (13), a mesa diretora da Câmara se reúne para analisar os documentos. Das 10 chapas inscritas, uma retirou a candidatura, a do PSDC. “O partido consultou a população, que não está apoiando essas eleições, mas sim a intervenção”, disse o candidato do PSDC Virgílio Macedo ao protocolar sua retirada de candidatura.

O PRTB entrou com um pedido para mudança de nomes dos candidatos, retirando o candidato a governador José Carlos Pereira, substituindo por Paulo Roberto da Silva. A chapa fictícia “Tony-panetone” está entre as inscritas, mas, por não ter filiação partidária, deverá ser impugnada pela Procuradoria. “É uma sátira dos alunos da UnB que nos respeitamos, em função da critica política. Mas a própria Procuradoria irá impugná-los, informou Patrício.

De acordo com o presidente da Câmara, o deputado distrital Geraldo Naves, que deve sair ainda nesta segunda-feira do complexo penitenciário da Papuda, poderá votar no próximo sábado. “Se ele comparecer (à Câmara) ele vai tomar posse, uma vez que ele é suplente de deputados que renunciaram. Ainda que entrem com uma representação por quebra de decoro contra ele, ainda assim isso não faria dele que perdesse o direito de votar."

Naves é suplente do deputado Junior Brunelli (PSC), que renunciou ao cargo para fugir da cassação. Além de Brunelli, o ex-presidente da Câmara, Leonardo Prudente (sem partido, ex-DEM) também usou dessa estratégia para não perder os direitos políticos. E renunciou.

Dos 24 deputados que vão votar, pelo menos 8 distritais são citados no inquérito da PF que investiga o esquema de corrupção e pagamento de propina a prestadores de serviço e servidores do governo do distrito federal.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos