Sarney diz que "seria bom" deixar royalties para depois das eleições

Da Agência Senado

O presidente do Senado, José Sarney, disse que "seria bom" deixar para o próximo ano a votação da parte dos projetos do pré-sal relativa aos royalties. "Este é um problema de negociação entre as lideranças, mas sempre que, em ano de eleições, seja possível deixar os assuntos muito controvertidos para o próximo ano, é bom. A eleição já divide muito o Brasil, e se encontramos outros assuntos que dividam ainda mais, não é bom para o país", disse Sarney, depois de receber em seu gabinete o presidente do Parlamento da Noruega, Dag Terje Andersen.

Segundo Sarney, o presidente do Parlamento norueguês falou sobre temas ambientais: “O interessante é que, embora sejamos países muito distantes um do outro, com diferentes condições climáticas, temos os mesmos problemas ambientais, e temos também problemas que envolvem etnias e povos indígenas. Eles têm o povo sami, com seu próprio parlamento, e estão dispostos a preservar a cultura deste povo, evitar a aculturação”, disse o presidente do Senado.

A questão do petróleo também esteve na agenda, e Sarney disse que haverá uma grande cooperação entre os dois países. E afirmou esperar que muitas empresas da Noruega venham atuar no Brasil. "Eles têm uma experiência pioneira e muito avançada na prospecção de óleo e gás em águas profundas", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos