AGU trabalha para reverter na Justiça suspensão do leilão de Belo Monte

Paula Laboissière

Da Agência Brasil <BR> Em Brasília

A Advocacia-Geral da União (AGU) afirmou nesta quinta-feira (15) que já trabalha para reverter a decisão da Justiça Federal do Pará que suspendeu o leilão da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu (PA).

De acordo com a assessoria de imprensa da AGU, o órgão aguarda apenas ser informado oficialmente da decisão para tomar as primeiras providências. A expectativa é que ocorra ainda hoje.

O leilão para selecionar a empresa construtora da usina foi suspenso na tarde de ontem (14) pelo juiz federal Antônio Carlos Almeida Campelo, da Subseção de Altamira (PA). A disputa estava marcada para a próxima terça-feira (20).

O juiz concedeu a liminar ao analisar uma das duas ações civis públicas ajuizadas pelo Ministério Público Federal (MPF), que argumenta que a construção viola vários dispositivos da legislação ambiental e que faltam dados conclusivos. A decisão é passível de recurso a ser apresentado ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos