Falta de acordo no Congresso deve adiar novamente votação sobre aposentados

Camila Campanerut
Do UOL Notícias

Em Brasília

Apesar de estar marcada para esta quarta-feira (28), os deputados devem votar apenas na próxima semana a medida provisória 475, que reajusta a aposentaria dos beneficiados que recebem acima de um salário mínimo. O motivo do adiamento ainda é a falta de consenso entre oposição e base aliada das duas Casas do Legislativo.

“Nós estamos discutindo com a base do governo no Senado. Nós só vamos fechar uma posição com a unanimidade da base. Portanto, nós adiamos esse assunto. Solicitei ao deputado Vaccarezza [Cândido Vaccarezza (PT-SP)] que não votasse hoje esta matéria na Câmara pra que nós tenhamos condição de amanhã, no encontro com o presidente da República, debater o assunto e, na próxima semana, fechar uma proposta com os líderes e com a base”, explicou o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR).

Jucá continua firme na posição de manter a proposta de aumento de 7,71%, que diverge da sugestão do relator da medida na Câmara, o líder do governo, Cândido Vaccarezza (PT-SP), que já disse que um reajuste acima de 7% não é viável.

Vaccarezza disse estar confiante em um acordo. “Deixamos para a semana que vem para unificar a base em torno de um acordo pelos 7% e também para levar a questão no jantar que teremos amanhã com o presidente Lula. O índice possível para o governo é 7% e estou confiante que conseguiremos esse acordo”, defendeu o parlamentar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos