Líder do governo na Câmara sugere que trabalhos sejam encerrados antes da Copa

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

Atualizada às 20h29

Você acha que os deputados e senadores devem parar de trabalhar durante a Copa?

O líder do governo na Câmara dos Deputados, Cândido Vaccarezza (PT-SP), defendeu nesta segunda-feira (10) que a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) seja votada até o dia 10 de junho, um dia antes do início da Copa do Mundo. A LDO precisa ser votada para que os parlamentares possam iniciar o recesso oficial, que começa em 18 de julho.

Em seu site oficial, a assessoria do parlamentar afirma que “como logo depois dessa data começa a Copa do Mundo, Vaccarezza prevê que o restante das votações deste primeiro semestre ocorram durante esforço concentrado, cujos períodos também devem ser definidos pelo Colégio de Líderes”. A proposta será apresentada amanhã, às 14h30, na reunião de líderes partidários.

Em ano eleitoral, o Congresso fica esvaziado a partir do recesso parlamentar de julho. A ideia de Vaccarezza seria adiantar o "recesso branco" com o esforço concentrado. Entre os meses de julho e outubro, praticamente não haverá votações em plenário, nem nas comissões –prática que não interrompe o pagamento dos salários e benefícios a cada um dos 594 congressistas.

Vaccarezza afirma que a prioridade do governo neste semestre é a votação dos projetos relativos ao pré-sal, mas seriam votadas também sete medidas provisórias, a implantação de banda larga nas escolas e a adesão do Brasil ao Tratado Constitutivo da União de Nações Sul-Americanas.  

Procurado pela reportagem, o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), disse por meio de sua assessoria que não comentaria a proposta antes da mesma ser apresentada na reunião desta terça-feira.

*Com informações de Camila Campanerut, em Brasília
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos