CPI da Corrupção do DF continua sem presidente e vice

Camila Campanerut

Do UOL Notícias <BR> Em Brasília

Mais uma vez, a sessão da CPI da Corrupção foi encerrada nesta quarta-feira (12) por falta de quorum. Com isso, a comissão continua sem presidente e vice-presidente para liderar os trabalhos de investigação do governo local sobre o suposto esquema de corrupção e pagamento de propina a servidores e empresários desde 1991. 

O relator da CPI, o deputado petista Paulo Tadeu, abriu e encerrou a sessão devido à ausência dos distritais, Agnaldo de Jesus (PRB), Batista das Cooperativas (PRP), Raimundo Ribeiro (PSDB) e o mais recente indicado para compor o grupo, Cristiano Araújo (PTB). A ausência dos parlamentares ainda não foi justificada. 

A pauta do dia seria a indicação de Cooperativas para a presidência, a negociação para o nome de um vice e o envio do questionário para o depoimento por escrito de 41 autoridades entre secretários e atuais e ex-servidores --incluindo os ex-governadores do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), Joaquim Roriz (PSC) e o delator do “mensalão do DEM”, Durval Barbos, o ex-secretário de Relações Institucionais do GDF 

Conforme a assessoria de imprensa de Paulo Tadeu, o deputado vai tentar reunir ainda hoje a assinatura mínima de três integrantes da CPI para que parte dos questionários possa ser encaminhada nesta semana. 

Criada em janeiro deste ano, a Comissão Parlamentar de Inquérito tem sofrido desfalques em sua formação e problemas para obter informações das testemunhas: apenas duas pessoas prestaram depoimentos presenciais (Durval Barbosa e o proprietário da empresa Linknet, Gilberto Batista Lucena), o que prejudica a credibilidade e o conclusão dos trabalhos da CPI.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos