Lula critica fim do fator previdenciário e votação do pré-sal em ano eleitoral

Camila Campanerut
Do UOL Notícias

Em Brasília

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta quinta-feira (20) que a votação de temas relevantes no Congresso, como reajustes dos aposentados e os projetos do marco regulatório do pré-sal, estão sendo contaminados pelo clima de disputa eleitoral.

"Tem gente que acha que ganha voto fazendo isso", afirma Lula


“Eu fico até constrangido porque estas coisas a gente não poderia decidir em ano eleitoral. Essa coisa, na verdade, nós mandamos um projeto para o Congresso Nacional. Nós mandamos uma coisa bem partilha para as cidades que não têm, para os Estados que não têm o petróleo. (...) Lamentavelmente, muitas vezes, a gente manda para o Congresso Nacional um projeto e, na hora da discussão, dado à sobrevivência de um mandato de cada deputado, eles fazem coisas que nem sempre contribuem”, disse.

Lula afirmou que gostaria de ter mais tempo para discutir com as entidades, com a Petrobras e até com os governadores a questão da produção de petróleo da camada pré-sal.

Em discurso durante a Marcha à Brasília em Defesa dos Municípios, o presidente não sinalizou se aceitará a proposta dos prefeitos para redistribuir em partes iguais os lucros obtidos com a exploração petrolífera. “O que nós não queremos é que o dinheiro entre no ralo, como entrou o royalty, logo no começo”, exemplificou Lula.

Aposentados
O reajuste de 7,72% aos aposentados que ganham acima de um salário mínimo, aprovado ontem no Senado, não foi citado pelo presidente em seu discurso. Porém, o governo já havia afirmado, por meio de seus ministros da área econômica, que não teria como permitir um aumento acima de 6,14% para não comprometer a “saúde” dos cofres públicos.

Contudo, Lula atacou diretamente a manobra dos deputados da oposição na Câmara, alegando que a derrubada do fator previdenciário, feita por emenda do líder do PPS, Fernando Coruja (SC), foi eleitoreira.

“Vocês viram agora a votação da Previdência, do fator previdenciário. Tem gente que acha que ganha voto fazendo isso, quando, na verdade, se o povo compreender o que significa isso essas pessoas podem até não ganhar o tanto de voto que pensam que vão ganhar”, disse.

O fator previdenciário é um mecanismo para evitar aposentadorias precoces, levando em conta a idade, o tempo de contribuição do trabalhador e a expectativa de vida dos contribuintes.

O projeto de reajuste dos aposentados foi aprovado nesta quarta-feira (19) no Senado com o texto base igual ao da Câmara e já está nas mãos do presidente para sanção ou veto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos