MPE pede multa para Lula e Dilma por campanha antecipada

Daniella Jinkings
Da Agência Brasil
Em Brasília

O Ministério Público Eleitoral (MPE) entrou com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, por prática de campanha eleitoral antecipada. Na ação, protocolada ontem (20), o MPE pede a aplicação de multa no valor de R$ 25 mil.

O Ministério Público também incluiu na ação o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, o presidente da Petrobras Transporte S.A (Transpetro), José Sérgio de Oliveira Machado, e o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Pernambuco, Alberto Alves dos Santos.

A campanha eleitoral antecipada teria ocorrido durante a solenidade de lançamento do primeiro navio do Programa de Modernização e Expansão da Frota da Transpetro, realizada em Ipojuca (PE) no dia 7 deste mês.

Para o MPE, a própria idealização do evento configura ato de campanha eleitoral antecipada, que estaria confirmada nos discursos feitos na cerimônia, que defendiam a continuidade do governo Lula, mesmo não mencionando explicitamente as eleições de 2010 ou a candidatura de Dilma.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos