Relatora recomenda cassação do mandato de Eurides Brito

Da Agência Brasil

Em Brasília

A deputada distrital Erika Kokay (PT), relatora do processo de quebra de decoro parlamentar da deputada afastada Eurides Brito (PMDB), recomendou a cassação do mandato da parlamentar em relatório entregue hoje (25) à Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Erika Kokay entendeu que Eurides Brito teve um comportamento ilegal, imoral, antiético e indecoroso.

Deputada diz que não estar envolvida com o mensalão; vídeo mostra flagrante

 

De acordo com a investigação da Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal, Eurides Brito aparece em uma gravação guardando na bolsa dinheiro que recebeu do ex-secretário de Relações Institucionais do Distrito Federal, Durval Barbosa. A operação desarticulou um esquema de pagamento de propina comandada pelo então governador José Roberto Arruda. A deputada alega que o dinheiro pertencia ao ex-governador Joaquim Roriz (PSC) e seria destinado ao custeio de reuniões de campanha eleitoral.

Segundo Erika Kokay, Eurides Brito não apresentou nenhum documento que comprove que essas reuniões ocorreram. A relatora disse ainda que os depoimentos colhidos durante o processo não sustentam a versão da deputada afastada. “Tudo indica que os recursos que ela recebeu eram mesmo ilícitos”, afirmou.

O relatório será apreciado pelos membros da Comissão de Ética na próxima quinta-feira (27). Caso aprovado, a cassação do mandato ainda terá que ser analisada pelo plenário da Casa.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos