PUBLICIDADE
Topo

Deputado em greve de fome recebe apoio de trabalhadores rurais no Congresso

Camila Campanerut

Do UOL Notícias<br>Em Brasília

17/06/2010 16h15

Há quase uma semana em greve de fome, o deputado federal Domingos Dutra (PT-MA) recebeu na tarde desta quinta-feira (17) mais de 200 trabalhadores rurais que prestaram solidariedade à manifestação do parlamentar contra decisão do PT do Maranhão sobre coligação com o PMDB.

O PT nacional decidiu apoiar a candidatura de Roseana Sarney (PMDB) ao governo do Estado e anular a decisão do diretório estadual em favor da candidatura do deputado Flávio Dino (PCdoB-MA).

Os trabalhadores, que fazem parte da Federação dos trabalhadores e trabalhadoras da agricultura familiar (Fetraf), vieram a Brasília participar de um evento de economia solidária com Lula, com representantes do DF, Goiás e Minas Gerais. Ao se depararem com os deputados em greve de fome, afirmaram que entendem e valorizam, mas pedem que parem com o manifesto, porque isso pode levá-los a morte.

Dutra, que continua irredutível, afirmou: “Não quero morrer, queremos viver. Esse é um gesto para chamar a atenção do partido e da população brasileira de que não aceitamos essa humilhação”.

O deputado também disse que, entre hoje e amanhã, seu advogado deve entrar com uma ação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra a decisão do PT Nacional de anular a resolução estadual de se coligar com o PCdoB. Além disso, farão uma consulta sobre se a ala que o apoia no partido poderá fazer campanha independente e, inclusive, criticando a candidata Roseana Sarney.

Ontem, um dos fundadores do PT nacional, Manoel da Conceição, suspendeu a greve de fome, depois de ter passado mal. Mas já anunciou que voltará a ficar sem comer.

O anúncio foi feito por Dutra em sua página do Twitter: "Manoel sai temporariamente da greve de fome. Negociaçoes continuam amanhã". Conceição era acompanhado pela equipe médica da Câmara e por assessores.

 

Política