Lula assina decreto em favor das sanções contra o Irã

Camila Campanerut
Do UOL Notícias
Em Brasília

O ministro das Relações Exteriores Celso Amorim afirmou na tarde desta terça-feira (10) que o Brasil assinou, “contrariado”, um decreto que inclui o país no rol das Nações do Conselho de Segurança das Nações Unidas pelas sanções contra o governo iraniano.

“Embora não concordemos. Embora não achemos oportuna. Mas nós concordamos em internalizar a decisão porque somos bons cumpridores da lei internacional”, justificou.

Amorim destaca que a decisão não irá afetar as atuais relações comerciais entre Brasil e Irã. O chanceler cita que as únicas ações que devem atingir diretamente o Irã é a impossibilidade de produzir ou importar urânio e a inspeção de navios daquele país em outras nações.

Na avaliação do ministro, o acordo firmado entre Brasil, Irã e Turquia em maio deste ano já era uma mostra de que o Irã estava disposto a dialogar.

Brasil e Turquia firmaram um acordo com o governo iraniano com o objetivo de pôr fim à tensão entre o Irã e o Ocidente sobre o programa nuclear do país, mas isso não foi suficiente para impedir o Conselho de Segurança das Nações Unidas e os Estados Unidos de imporem novas sanções ao Irã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos