Governos do Brasil e Chile fecham acordos de cooperação em Brasília

Camila Campanerut
Do UOL Notícias

Em Brasília

O ministro das Relações Exteriores Celso Amorim e o chanceler chileno Alfredo Moreno participaram nesta terça-feira (17) em Brasília, da I Reunião da Comissão Bilateral Brasil-Chile. O encontro selou acordo de cooperação técnica entre os dois países nas áreas de agricultura, defesa civil, desenvolvimento social e de pequenas e médias empresas, habitação resistente a terremotos e saúde.

O encontro é fruto do Memorando de Entendimento firmado durante a visita ao Brasil da então presidente do Chile, Michelle Bachelet, em julho do ano passado.

Entre as ações acordadas, está a promoção de atividades conjuntas em apoio ao Haiti para o desenvolvimento das áreas de agricultura sustentável, defesa civil e habitação antissísmica.

Os projetos do Protocolo serão coordenados, pelo lado brasileiro, pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do Ministério das Relações Exteriores, e do lado chileno, pela Agência de Cooperação Internacional do Chile. Eles terão vigência de dois anos, sendo automaticamente renováveis por igual período.

O Chile é o segundo maior parceiro comercial do Brasil na América Latina, atrás apenas da Argentina. Em 2009, as exportações brasileiras ao Chile foram da ordem de US$ 2,66 bilhões (44,6% a menos que em 2008) e as importações somaram US$ 2,61 bilhões (33,8% a menos que 2008), totalizando um intercâmbio de US$ 5,27 bilhões, o equivalente a menos 39,6% com relação ao ano anterior.

Segundo o Ministério das Relações Exteiores, o produto chileno mais importado pelo Brasil é cobre (60%) e o brasileiro mais vendido é petróleo (20%).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos