Topo

PT abre mão de cargo na Câmara em favor do PSB

Fábio Brandt<br>Do UOL Notícias<br>Em Brasília

15/01/2011 14h44

 

Para garantir que Marco Maia (PT-RS) seja o único candidato a presidente da Câmara dos Deputados, o PT abre mão de uma de suas duas vagas na Mesa Diretora da Casa. O acordo foi conversado em almoço, ontem (14), pelos deputados Júlio Delgado (PSB-MG), potencial candidato a presidente da Câmara, e Arlindo Chinaglia (PT-SP), um dos articuladores da candidatura de Maia.

A expectativa é que a desistência de Delgado seja anunciada oficialmente na segunda-feira (17). Hoje (15), procurado pelo UOL Notícias, o deputado não confirmou sua saída da disputa e disse que ainda deve consultar pessoas que apoiavam sua candidatura antes de tomar a decisão.

Outros dois potenciais candidatos já desistiram de concorrer e declararam apoio a Marco Maia. Anteontem (13), quem anunciou estar fora da disputa foi Silvio Costa (PTB-PE). Ontem, foi a vez de Aldo Rebelo (PC do B-SP). Como Delgado, nenhum deles tinha candidatura oficializada, apenas sondavam aliados em busca de apoio, mas tinham dificuldades em receber sustentação em seus próprios partidos.

Agora, o único potencial adversário de Marco Maia na eleição para presidente da Câmara é Sandro Mabel (PR-GO) – que também não tem apoio que lhe garanta competitividade e, provavelmente, continuará como líder do PR na Câmara. Além disso, o PR já sinaliza com apoio formal ao petista: na próxima terça (18), oferece jantar a Maia. A eleição será em 2 de fevereiro.

Mais Política