PUBLICIDADE
Topo

Política

Para Vacarezza, decisão do STF reafirma compromisso com a democracia

Priscilla Mazenotti <Br>Da Agência Brasil

Em Brasília

24/03/2011 13h22

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de determinar a validade da Lei da Ficha Limpa apenas para as eleições do ano que vem reafirmou o compromisso com a democracia e com o Estado. A avaliação é do líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP).

“Independentemente do mérito, não é correto que se mude uma lei no meio do jogo. Imagine que precedente imenso seria para um de nós se, cumprindo a lei, daqui a dois anos fosse decidido que essa conduta teria uma punição. A pessoa que cumpriu a lei seria punida”, disse.

Vaccarezza defendeu o cumprimento da decisão mesmo que, para isso, parlamentares do próprio PT tenham de deixar a Câmara. Um dos casos é o da deputada Professora Marcivânia, que deverá deixar o lugar para Janete Capiberibe (PSB-AP). “Ficaria pior para a democracia se continuasse alguém que não está embasando no arcabouço legal jurídico do país”, disse.

Política