PUBLICIDADE
Topo

Condição de saúde de José Alencar não tem mais tratamento, diz médico

Do UOL Notícias

Em São Paulo

29/03/2011 12h00Atualizada em 29/03/2011 14h40

Não há mais tratamento para a atual condição de saúde do ex-vice-presidente da República José Alencar, disse o médico Raul Cutait nesta terça-feira (29). Um novo boletim médico divulgado no final desta manhã pelo hospital Sírio Libanês, em São Paulo, informou que o ex-vice-presidente está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) "em condições críticas".

Segundo o boletim, Alencar, que está com quadro de oclusão (obstrução) intestinal e peritonite, está "sedado na companhia de seus familiares e estão sendo oferecidas as medidas de suporte necessárias".

Em entrevista coletiva, o médico Raul Cutait, da equipe que acompanha o ex-vice-presidente, disse que não há mais possibilidade de se fazer qualquer intervenção cirúrgica em função do estado de saúde do paciente. “Ele está tomando muito analgésico e sente muita dor. A pressão está muito baixa --ele vive um momento difícil da vida dele, mas estamos dando toda as medidas de suporte para ele não sofrer”, concluiu.

Alencar foi internado no início da tarde de ontem (28) às pressas, após sentir fortes dores abdominais. Segundo o boletim médico divulgado pelo hospital, as dores foram causadas por uma nova obstrução intestinal em fase crítica acompanhada de sangramento, que é uma sequela de tumores cancerígenos na região do abdômen.

O ex-vice-presidente tinha recebido alta do Sírio-Libanês há 12 dias.

As equipes médicas que o acompanham são coordenadas pelos médicos Paulo Hoff, Raul Cutait, Roberto Kalil Filho e Paulo Ayroza Galvão.

No hospital, Alencar está acompanhado de sua mulher, dona Mariza, dos filhos e dos netos.

Política