Topo

"Eu votei no Serra", diz ministro de Dilma

Fábio Brandt<BR>Do UOL Notícias<BR>Em Brasília

27/07/2011 07h01

O ministro da Defesa, Nelson Jobim (PMDB), disse nesta terça-feira (26) ter votado em José Serra (PSDB) na eleição de 2010. Segundo ele, a então candidata Dilma Rousseff (PT) sabia de sua preferência pelo tucano. Depois de se eleger e de convidá-lo para o ministério, a petista não teria mais tocado no assunto.

Folha e UOL lançam programa de entrevistas

A Folha e o UOL estreiam hoje o programa "Poder e Política - Entrevista", comandado pelo repórter e colunista Fernando Rodrigues num estúdio de TV montado em Brasília. As entrevistas serão publicadas de maneira simultânea na versão impressa da Folha, na Folha.com e no UOL. O vídeo da entrevista será divulgado na Folha.com e no UOL a partir das 7h da manhã do dia em que a reportagem for publicada pela versão impressa da Folha. Os leitores terão a opção de ler a reportagem mais alentada no jornal ou de assistir à íntegra do vídeo na internet. Por fim, os vídeos poderão ser vistos em plataformas móveis, como iPhones e iPads

O ministro participou da estreia do programa “Poder e Política – Entrevista” conduzido pelo jornalista Fernando Rodrigues no estúdio do Grupo Folha em Brasília. O projeto é uma parceria do UOL e da Folha de S.Paulo.

>>Fotos da entrevista com Nelson Jobim.

Além de revelar o voto em Serra, Jobim disse que o tucano teria tomado as mesmas atitudes de Dilma se tivesse vencido a eleição e fosse confrontado com escândalos como os que derrubaram os ministros Antonio Palocci (Casa Civil) e Alfredo Nascimento (Transportes).

Na entrevista, Jobim respondeu a perguntas sobre vários temas. Falou, por exemplo, sobre sigilo eterno de dados públicos, documentos da ditadura militar que foram destruídos, relação de dissidentes do PMDB com o governo Dilma e a perda de poder do Ministério da Defesa sobre a Aviação Civil.

A reportagem está disponível para assinantes da Folha de S.Paulo e do UOL.

Para ler a transcrição da entrevista, clique aqui.

Mais Política