Topo

PSD de Kassab fará DEM perder salas e cargos na Câmara, diz Marco Maia

Fábio Brandt<BR>Do UOL Notícias<BR>Em Brasília

27/09/2011 07h00

O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), afirmou nesta segunda-feira (26) que o DEM terá seu espaço físico reduzido na Casa. A diminuição será, a princípio, proporcional ao encolhimento da bancada do partido, que deve perder deputados para o PSD –sigla que o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, tenta fundar.

Segundo Maia, o DEM pode também perder funcionários de natureza especial (aqueles admitidos sem concurso público). Esse é outro benefício conseguido pelos partidos de acordo com o número de deputados que possuem.

“É o natural. Mas nós precisamos ajustar isto para que não tenha problemas de crise de estabilidade na política dentro da Casa. Nós vivemos num processo bom, construindo bons acordos que têm viabilizado boas votações para o país. A nossa intenção é continuar nesse clima e, portanto, fazer ajustes políticos onde todos se sintam representados e contemplados”, afirmou o deputado petista.

Marco Maia falou sobre o assunto no programa “Poder e Política – Entrevista”, conduzido pelo jornalista Fernando Rodrigues no estúdio do Grupo Folha em Brasília. O projeto é uma parceria do UOL e da Folha de S.Paulo.

>>Fotos da entrevista com Marco Maia.

Ele também respondeu a questões sobre a relação do PT com o PMDB e a sucessão presidencial de 2014.

Veja abaixo a íntegra da entrevista, que também está disponível em texto.

Mais Política