Topo

Para Aécio, articulação de Serra por candidatura à Presidência é "legítima"

Guilherme Balza

Do UOL, em São Paulo

2013-10-28T21:01:31

28/10/2013 21h01

O senador Aécio Neves (MG), pré-candidato do PSDB à sucessão presidencial, afirmou nesta segunda-feira (28), em São Paulo, que considera “legítima” a postulação do ex-governador José Serra a uma eventual candidatura à Presidência.

Questionado sobre as viagens e o discurso de candidato adotado por Serra nas últimas semanas, Aécio disse que é algo “absolutamente natural e bom para as oposições”.

“Na hora certa o PSDB vai estar unido. Temos consciência que a nossa unidade, nosso mais vigoroso combustível político é enfrentar o governo. Eu tenho conversado com o companheiro Serra, é legitima sua postulação, é um quadro extraordinário da vida pública brasileira, mas o partido, na hora que tomar sua decisão, qual seja ela, estará unido”, afirmou o senador, que participa de um evento, ao lado da presidente Dilma Rousseff (PT), da revista "Carta Capital".

Perguntado sobre a possibilidade de Serra ser seu vice, Aécio respondeu que “isso sequer foi cogitado”. “Não está na nossa agenda de hoje. Essa é uma questão para o ano que vem. Nós sequer temos um candidato definido. Acho que estrategicamente não devemos ter.”

Embora evite se colocar como pré-candidato, Aécio disse que irá elaborar até dezembro um conjunto de proposta para basear o programa do próximo candidato tucano à Presidência. Para o senador, a candidatura deve ser definida entre fevereiro e março do ano que vem.

“A política é a arte de administrar o tempo. Não acho podemos ser engolidos pelo tempo. Mas também precipitar as coisas não há sentido pra isso. No início do ano que vem, entre fevereiro e março, é um bom momento para o PSDB tenha não só uma candidatura, mas um discurso muito claro”, disse. 

“Por isso, neste ano, em dezembro, eu estou definindo um conjunto de ações, não um programa, mas uma agenda de governo, a base do que viria a ser um programa de governo. E quando tivemos uma candidatura de alguma foram as pessoas já enxerguem nela o que pensamos”, disse Aécio.

Mais Política