Processo de impeachment

Governador do DF libera "pixulecos" em protesto em Brasília

Flavio Costa

Do UOL, em Brasília

  • Evaristo Sá/AFP

    'Pixuleco' durante manifestação na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, em manifestação pró-impeachment realizada no dia 13 de março

    'Pixuleco' durante manifestação na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, em manifestação pró-impeachment realizada no dia 13 de março

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), liberou na noite desta terça-feira (12) a presença de "pixulecos" -- bonecos que representam Lula e Dilma em trajes de presidiários --, o pato da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e outros símbolos dos grupos pró-impeachment na manifestação marcada para domingo (17) na Esplanada dos Ministérios. Neste dia, a partir das 14h, começará a votação do processo de afastamento da presidente Dilma Rousseeff pelo plenário da Câmara.

A decisão de Rollemberg foi tomada durante reunião com os deputados oposicionistas Paulinho da Força (SD-SP) e Fernando Francischini (SD-PR), além de integrantes de movimentos que pedem o impeachment de Dilma.

De acordo com sua assessoria de imprensa, o governo reverteu a proibição anterior para "garantir o direito democrático da livre expressão". O governador temia que a presença dos pixulecos pudesse acirrar os ânimos e ser motivo de confrontos entre manifestantes. Símbolos de organizações contra o impeachment também estão liberados.

"Os pixulecos são símbolos da campanha do impeachment, que tomou conta do país. Eles não poderiam estar ausentes na votação final na Câmara, que é a casa do povo", disse Francischini.

Rollemberg prometeu ainda aumentar o número de carros de som para militantes contra e a favor do impeachment de dois para cinco, mas manteve "por segurança" a proibição do acesso ao gramado em frente ao espelho d'água do Congresso Nacional.
 

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos