Processo de impeachment

Tiririca e outras celebridades votam a favor do impeachment; Wyllys é contra

Do UOL, em São Paulo

Os deputados que vieram do mundo das celebridades se dividiram na votação do processo de impeachment de Dilma Rousseff. 

O ex-humorista Tiririca (PR-SP), que não havia revelado seu voto, votou a favor do impeachment. "Senhor presidente, pelo meu país, voto sim", afirmou o parlamentar, que falou no microfone do plenário da Câmara pela primeira vez desde que foi eleito, em 2010.

O ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez (PT-SP) cumpriu o que havia prometido nas redes sociais e votou contra a continuidade da ação, seguindo a orientação do partido.

"Infelizmente entrei (na política). Que decepção. Meu voto é não", disse o ex-cartola.

O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), ex-participante do reality show "Big Brother Brasil" (Globo) foi enérgico em seu voto contra o impeachment. "Meu voto é contra o golpe. Durmam com essa, canalhas", afirmou no microfone.

Ao votar contra 'golpe', Wyllys chama apoiadores de canalhas

  •  

Já Celso Russomanno (PRB-SP), deputado mais votado do Estado de São Paulo e apresentador de TV, afirmou "pelo meu Estado, pela família brasileira, pela minha família, meus filhos e a geração dos meus netos, voto sim".

O cantor Sérgio Reis (PRB-SP) votou a favor também. "Nesse plenário ninguém conhece o Brasil como eu. É um momento importante, precisamos mudar esse estágio. Meu voto é sim."

Dois esportistas votaram a favor do impeachment. Foram eles o ex-goleiro do Grêmio Danrlei (PSD-RS) e o ex-judoca João Derly (Rede-RS). O partido de Danrlei havia orientado o voto pelo afastamento da presidente; o de Derly deu liberdade aos filiados.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos